April 22, 2019

October 9, 2018

August 22, 2018

August 6, 2018

Please reload

Posts Recentes

EU GOSTO DA EUROPA E A EUROPA GOSTA DE MIM

June 30, 2019

1/9
Please reload

Posts Em Destaque

BANCÁRIOS EM GREVE

October 21, 2010

 

Vítor tinha conseguido um emprego novo.

 

- Você precisa de uma conta corrente pra ser contratado – disse a mulher do RH.

 

Ele foi abrir a conta, todo feliz, parou na frente do banco e leu a placa vermelha que dizia “BANCÁRIOS EM GREVE”.

 

- Filhos da puta!

 

Voltou pra casa frustrado, pensando que de tantos dias pros bancários entrarem em greve, tinha que ser justo quando ele precisava abrir uma conta.

 

- Os bancos tão em greve – disse Vitor pra mulher do RH.

 

- Você precisa de uma conta corrente pra ser contratado – disse a mulher do RH.

 

“Que porra de mulher é essa?” – pensou Vitor – “Uma androide? Uma gravação? Mas que porra!”

 

Voltou no banco, bateu na porta e disse – Preciso abrir uma conta! – a mulher que estava lá dentro o mandou ir se ferrar mostrando o dedo.

 

- Filha da puta! – disse Vitor desistindo de abrir uma conta, foi beber pra esquecer toda essa merda.

 

No dia seguinte os bancos continuavam em greve e por mais quinze dias foi assim, sendo que no décimo ele foi até um banco e ficou sentado com uma faixa que dizia:

 

SE VOCÊ É BANCÁRIO E ESTÁ EM GREVE

VÁ SE FODER!

 

Quando os bancos voltaram de greve no décimo sexto dia ele foi todo feliz abrir a porra da conta, estava com todos os documentos, a gerente olhou pra ele e disse:

 

- Volte na semana que vem, estamos com muito serviço por causa da greve e não temos tempo pra abrir conta.

 

- Filha da puta!

 

- Segurança!

 

E foi assim que Vitor começou uma peregrinação de banco em banco e todo mundo dizia a mesma coisa, tinham muito serviço e chamavam o segurança.

 

Teve um banco em especifico que não quis abrir porque ele tinha o nome sujo.

 

- Porra – disse ele – lógico que eu tenho o nome sujo, não posso trabalhar pra pagar as contas sem essa merda de conta corrente! – quando na verdade tinha o nome sujo porque não pagou um empréstimo que ia caducar daqui dois anos. Não tinha a menor intenção de pagá-lo.

 

Vitor foi até um banco lá na casa do caralho, longe por bosta e disse que queria abrir uma conta.

 

- Podemos abrir agora – disse a menina prestativa.

 

- Sério?

 

- Lógico, é o meu trabalho.

 

- Você não vai me enxotar?

 

- Porque faria isso?

 

- Porque está com muito serviço por causa da greve.

 

- Não se preocupe – disse ela sorrindo – nossa agencia não entrou em greve.

 

- Filha da puta – disse Vitor bem baixinho pra não ser ouvido e pensando que já podia ter começado a trabalhar há quinze dias se tivesse ido até lá.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Procurar por tags