UMA CRÔNICA SOBRE OUTRO ASSUNTO


Vitor tinha começado a trabalhar, todos os seus amigos esperavam que ele publicasse sobre isto em seu blog, mas queria escrever algo original que não tivesse nada haver com o seu trabalho.


Sentou-se na frente do seu computador e pensou sobre que diabos iria escrever, bebeu água em sua caneca laranja, é, aquela caneca que ele ganhou no primeiro dia de trabalho e sua mente se fechou novamente sobre o que escrever.


Levantou-se, olhou pela janela e pensou “Tomara que chova amanhã!”, pensava isso para que tivesse que trabalhar menos amanhã e logo percebeu que estava pensando de novo sobre o trabalho.


- Não quero escrever sobre o trabalho! – disse ele em voz alta tentando afastar os pensamentos – quero escrever algo original, que meus amigos não estejam esperando ver no blog.


Mas nem o monólogo adiantou, a verdade é que não tinha assunto nenhum para escrever, só sobrou falar sobre o trabalho novo, mas ele se recusava.


Abriu a geladeira à procura de algo podre, mas ela estava vazia, ainda não tinha recebido nenhum tostão para repor algo na geladeira. Cheirou e nem sequer um leite estragado havia por lá.


Ligou o som e Raul dizia:


Mas que sujeito chato sou eu

Que não acha nada engraçado

Macaco, praia, carro

Jornal, tobogã

Eu acho tudo isso um saco...


Lembrou-se que essa música falava da folga de um sujeito do trabalho. Ficou puto.


Sentou-se de novo na frente do computador, estava desolado, pensando em alguma ideia, escreveu um conto mixuruca que contava sobre uma marmita voadora que se espatifou no seu pé quando estava indo comprar uma Neosaldina para Beatriz e ficou por isto mesmo. Desligou o computador e foi assistir a um filme.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2017 by Me Leve Para Longe

  • Twitter Classic
  • Facebook Classic