DIVAGAÇÕES SOBRE A MÚSICA


Começo a cantar para passar o tempo:


“- Lá do alto deve ser esquisito... - Aqui de cima até que é normal ... minha cabeça pesa quase dois quilos... - Meu corpo flutua, peso nenhum!” *


Sempre gostei de ouvir música, tentei tocar guitarra quando era adolescente, mas nunca levei jeito pra coisa. Queria ter uma banda, deixar o cabelo crescer e rodar o mundo cantando sobre qualquer coisa, para qualquer público. É ruim quando a gente quer algo, mas não possui a habilidade para fazê-lo. Tem um pessoal que acredita que é só ter vontade e dedicação... Balela! É preciso ter o dom. Eu poderia ter a maior vontade do mundo e me dedicar horas a fio que eu nunca seria um Jimi Hendrix. Algumas pessoas jamais conseguiriam se tornar astronautas.


Acredito em destino. Você nasce neste mundo para fazer algo e recebe um dom para fazê-lo bem. Eu nasci para ser astronauta e morrer no espaço. Quando você tenta fugir do seu destino tudo na sua vida começa a dar errado de uma maneira quase celestial e inexplicável. Não sei no que minha morte aqui vai afetar o destino das pessoas lá embaixo, mas tenho certeza que é meu destino morrer aqui, cumprir meu papel para que as coisas funcionem direito em algum plano cósmico interconectado como uma teia de aranha.


“Dentro do mambo, e da consciência Está o segredo do universo” *


O segredo do universo... Acho que o grande segredo é tentar entender o que significa destino e livre-arbítrio... Como as duas coisas podem coexistir juntas? Eu acredito que podem, não sei se consigo explicar isto, mas tem haver com amadurecimento. Não sou bom em explicar as coisas.


“Eu era só um pobre, astronauta Trabalhando numa armadura de lata” *


Virei um astronauta para fugir das coisas lá de baixo. Fugir de um mundo onde o amor era cada vez mais interesseiro. Fugir de um mundo onde a liberdade era manipulada. Fugir de um mundo onde a igualdade já é inexistente. Fugir de um mundo onde a fraternidade é entendida e praticada por poucos. Fugir de um mundo onde as pessoas fogem do destino em nome da filosofia do egoísmo.


Então eu percebo que estou exatamente onde deveria estar. Prefiro estar aqui, flutuando, morrendo e cantando...


“O que pode fazer um astronauta cansado Além de esquecer que um dia foi amado” *

---------------------------------------------------------------------------------------


* Texto em itálico são trechos das músicas A Conquista do Espaço (Engenheiros do Hawaii), O Segredo do Universo (Raul Seixas) e Astronauta (Os Replicantes)

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2017 by Me Leve Para Longe

  • Twitter Classic
  • Facebook Classic