DIVAGAÇÕES SOBRE A DECEPÇÃO


Eu sempre fui uma decepção para a minha família. Não. Na verdade a minha família sempre foi uma decepção para mim.


Eu queria ser astronauta.


- Sonhador! – diziam eles – logo essa idéia passa e ele arranja um emprego de verdade.


Idiotas!


Quando minhas irmãs tiveram filhos logo veio a cobrança em cima de mim de que eu precisava casar e constituir família. Pouco importava para eles se era isto o que eu queria ou não. Na cabeça deles era algo que eu precisava fazer, não por mim, mas por eles.


Idiotas!


No final das contas eu venci, estou aqui morrendo no espaço como um astronauta e isto é muito mais do que eu imaginei poder esfregar na cara deles. Não virei um advogado ou um funcionário respeitado de um grande banco como eles planejaram para mim. Não. Eu sou um astronauta. Sim, eu mesmo!


Eu vi a Terra do lado de fora e a Lua de muito mais perto do que eles. Eu estudei e ampliei meus conhecimentos sobre a vida e as ciências humanas muito mais do que eles. Eu.


Vocês sempre acharam que eu era louco e durante muito tempo da minha vida vocês conseguiram fazer com que eu acreditasse nisso. Perdi-me por completo, minha mente se esmigalhou em milhares de pedaços e não foi fácil reconstruir tudo. Só consegui depois de perceber que o louco não era eu, mas sim vocês.


Nunca tive afinidade com nenhum de vocês, sempre me senti o cisne no meio de um monte de patos como naquela história infantil. Vocês eram medíocres, vivendo seus sonhos capitalistas como se fossem reis, mas não passavam de uma família comum de classe média buscando status em meio aos outros palhaços.


Idiotas!


O que eu mais cansei nessa vida foi de ser cobrado. Tenha um filho, case, consiga um bom emprego, ganhe dinheiro, se vista bem, passe suas roupas, limpe sua casa, seja educado, faça a barba, corte o cabelo, compre um carro, não fale essas coisas perto dos outros, pense na sua aposentadoria, um carro novo e bonito, não esse velho caindo aos pedaços, vá a igreja, faça uma faculdade, pare de reclamar de tudo...


E se eu não quiser abraçar essa vida?


E se eu quiser mais do que isso?


Foda-se todo o status quo!


Fodam-se vocês!


Vou morrer no espaço enquanto vocês vão ser comidos por vermes. Só de saber que vou ter um fim diferente do de vocês já me sinto recompensado. Parando pra pensar agora, não sei nem dizer se vou sentir falta de vocês.


Talvez eu esteja sendo duro de mais, mas é o que estou sentindo.


Idiotas!


Desculpem por toda a decepção que eu causei, agora ao menos acabou.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2017 by Me Leve Para Longe

  • Twitter Classic
  • Facebook Classic