DIVAGAÇÕES SOBRE A ILUMINAÇÃO


Jesus Cristo pode não ser filho de Deus no sentido de concepção, na verdade isto sempre pouco importou pra mim, o que realmente importa é que ele era uma pessoa iluminada.


Pregar o amor em meio a tanta desgraça e mesquinharia humana não é pra qualquer um.


Sidarta Gautama, mais conhecido como Buda, abandonou família e riqueza para mendigar e ir em busca da tal iluminação com 29 anos. Teria alcançado seu objetivo aos 35 anos após meditar durante 49 dias seguidos. Acho que isto é tudo o que eu devo ter lido sobre Buda.


Devo ter assistido algum filme sobre ele também, mas agora não me lembro de nada.


Não. Era um filme sobre o Dalai Lama. Agora me lembro.


O criador do aikido também parece ter encontrado a iluminação, lembro de um vídeo onde o velinho conseguia empurrar com uma força vinda não sei da onde uma porção de homens. Era impressionante de ver.


Tem uma música do Rollins Band sobre isto também:


“Às vezes eu desejo não saber o que sei agora

Pensei, pensei, até perder minha mente

Olhei, olhei, até quase ficar cego

O caminho é justo, mas tão cruel

Iluminação” *


A iluminação pode vir simplesmente ao contemplarmos o mundo, entender em como tudo está enrolado em uma imensa teia invisível. Se Deus existe ou não pouco importa. As perguntas realmente importantes ninguém faz e eu ainda não sei quais são.


Talvez se eu tivesse mais tempo...


Pessoas iluminadas aparecem sempre felizes, acho que nunca vi uma imagem do Dalai Lama onde ele não estivesse sorrindo.


Como estar sempre sorrindo em um mundo como este?


Qual o segredo?


Eles devem saber de algo que estamos muito, mas muito longe de descobrirmos.


A vida é curta e devo ter passado a maior parte dela sem sorrir. Tento sorrir agora, mas sai como algo falso, forçado e idiota.


Como sorrir com espontaneidade?


Tento lembrar dos momentos felizes: Meu dedo furando um bolo de aniversário, banho de esguicho com meus irmãos, ganhei meu primeiro cachorrinho, uma moeda apareceu embaixo do meu travesseiro depois de eu colocar o meu dente que havia caído no dia anterior, sexo pela primeira vez, meu irmão me ensina a dirigir, gasto o meu primeiro salário em um CD do David Bowie, completei meu primeiro álbum de figurinhas, minha irmã conta histórias pra eu dormir, sexo pela segunda vez, o abraço do meu avô, piquenique com Silvana, viagem com meus pais e irmãos, brinco com meu pai no corredor, minha mãe corta as minhas unhas... E sorrio.


---------------------------------------------------------------------------------------


* Texto em itálico é o trecho da música Illumination (Rollins Band)


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2017 by Me Leve Para Longe

  • Twitter Classic
  • Facebook Classic