April 22, 2019

October 9, 2018

August 22, 2018

August 6, 2018

Please reload

Posts Recentes

EU GOSTO DA EUROPA E A EUROPA GOSTA DE MIM

June 30, 2019

1/9
Please reload

Posts Em Destaque

ENCONTROS INESPERADOS

April 22, 2019

 

Shirin morava em um dos primeiros andares do Edifício, fazia parte dos primeiros humanos a viverem por lá e de círculos próximos que garantiam que haviam conhecido o próprio Bohus em pessoa. 


Leo morava precisamente no 18288º Andar e sabia que seria sempre um peixe fora d'água, os duendes mecânicos poderiam remexer dezenas de vezes em seu cérebro que ainda assim não se encaixaria ali em meio a pessoas que só pensavam em se divertir com músicas e bebidas a vontade. As coisas nos primeiros andares também não agradavam Shirin, não gostava do costume que as pessoas tinham de cobrir os cabelos por lá.

 

Se encontraram pela primeira vez no Mundo Posterior enquanto Leo sonhava que era um cantor de férias pelas ilhas gregas passeando por um supermercado. Shirin, por sua vez, sonhava no mesmo momento que era uma jovem com um filho nos braços andando pelo mesmo local. Ele a convidou para ver o por do sol e sete anos depois acordou sentindo um vazio descomunal em seu quarto escuro e estranho para si.

 

Foi anos depois, quando constriu um transmissor de rádio que lhe veio em um outro sonho com o Mundo Posterior, que se comunicaram pela primeira vez.

 

- Alguém me escuta?

 

Não achou que a resposta viria tão rápido.

 

- Sim, onde está?

 

- 18288, e você?

 

- 33.

 

Tão longe, ele desanimou.

 

Semanas depois eles ainda conversavam, ele sabia sua cor favorita e ela seu sabor preferido de sorvete. Podiam trocar mensagens por horas ininterruptas sem nunca se cansarem.

 

Acabaram se encontrando de novo sem que soubessem em um outro sonho com o Mundo Posterior, nele Leo era outro cantor que agora via sua musa indo embora para a Itália. Escolheu estudar e se afastar dele. Seu coração estava despedaçado. Shirin por sua vez sofria ao ter que ir embora.

 

No dia seguinte ao sonho ele mandou a mensagem: "Estou pronto para ir a qualquer lugar, estou pronto para desaparecer. Em minha própria parada, lance seu feitiço dançante em meu caminho. Eu prometo segui-la"

 

E sem explicar porque ela soube que era ele no sonho anterior e no da noite passada e respondeu: "Nos encontramos quando éramos quase jovens. Lá no parque verde lilás."

 

E ele também soube que já haviam se encontrado.

 

 

Precisavam tomar cuidado agora, tinham que despistar os duendes mecânicos e não serem notados pelo Deus-Fungo. Precisavam se encontrar.

 

- Eu vou descer - ele disse.

 

- Eu vou subir - ela respondeu.

 

- Onde?

 

- 9376.

 

E partiram.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Procurar por tags