OS OBSERVADORES


- Eu aposto que ele vai comer macarrão hoje de novo! – diz o mais grandão dos três – ele sempre come macarrão.


- Grande merda! Nós também comemos sempre a mesma coisa – diz o mais rabugento, ele está sempre reclamando, não gosta de muita coisa, então os outros dois costumam ignorá-lo, assim ele acaba dizendo a mesma coisa duas vezes, sempre - Grande merda! Nós também comemos sempre a mesma coisa.


- Eu gosto do que comemos todos os dias, além do mais tem gente por aí que nem tem o que comer – o menor entre eles é quase uma criança e vê sempre o lado positivo de tudo – ele sempre come macarrão porque é nutritivo e deve ser gostoso.


- Dane-se vocês, eu preferia comer o macarrão ao invés da merda da nossa comida, odeio ter que o ver comendo este macarrão através desse vidro – ninguém pareceu notá-lo de novo - Dane-se vocês, eu preferia comer o macarrão ao invés da merda da nossa comida, odeio ter que ver ele comendo este macarrão através desse vidro.


- Vai lá e pede pra ele – diz o menor.


- Um dia eu faço isso!


- Da mesma maneira que você diz que um dia vai embora para Huahine e comer coisas diferentes todos os dias – o maior sempre gosta de provocar os outros dois, mas no fundo são amigos, bem, não porque escolheram, mas porque o destino assim o quis.


- Um dia vou ser um rei e comerei até um pedaço daquilo que ele sempre come!


- Se chama Filé! – disse o menor não dando tempo para repetições.


- Eu sei como se chama – virou-se de costas para não ter mais que olhar a vida alheia através de um vidro – Eu sei como se chama!


- Lá vem ele – disse o maior cheio de expectativa.


- O que ele está trazendo? – ele voltou correndo para o vidro sem se queixar – O que ele está trazendo?


- Não deu pra ver ainda.


- É macarrão!


- Qual? – ainda não tinham conseguido ver – Qual?


- Parece ser um comum com molho de tomate.


- Delícia! Delícia!


Vítor sentou em sua mesa sem imaginar que era alvo de uma discussão, pegou uma taça de vinho e comeu todo o macarrão com bastante queijo.


- Ele vai repetir, sempre repete – disse o menor se gabando de seu conhecimento sobre o cara que eles gostavam de observar. Realmente Vitor repetiu o prato, após terminar a refeição, porém se virou e encarou os três.


- Ele olhou pra gente – diz o maior.


- Está vindo pra cá – diz o menor – porque não aproveita e pede o macarrão para ele?


- Não seja idiota, vamos nadando! – então o mais rabugento se põe a nadar fingindo que está tudo bem e repete para os outros que o imitam – Vamos, não sejam idiotas, vamos nadando!


Vitor fica alguns minutos encarando seu aquário, sem imaginar o que pode passar na mente de peixinhos tão ariscos.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2017 by Me Leve Para Longe

  • Twitter Classic
  • Facebook Classic